Armazenamento de produtos hospitalares: boas práticas de logística para otimizar processos

armazenamento de produtos hospitalares

O armazenamento de produtos hospitalares requer cuidados especiais. Os itens relacionados à saúde têm regras rígidas de manuseio, acondicionamento e transporte e qualquer erro pode significar o comprometimento da carga e multas administrativas.

Por essa razão, observar boas práticas de armazenamento é essencial para evitar prejuízos. Muitas vezes, as exigências dos órgãos competentes requerem investimento por parte da empresa para que as suas instalações possam atender as normas vigentes.

Recorrer a estruturas já consolidadas e com melhor infraestrutura, como os condomínios logísticos, pode ser uma solução para quem lida diariamente com esse tipo de mercadoria.

1. Treinamento é fundamental

O primeiro passo para lidar com o armazenamento de produtos hospitalares é o treinamento dos colaboradores que estarão envolvidos nesta tarefa. Eles devem estar cientes das regras de manipulação de produtos, dos níveis de higiene esperados dentro do armazém e dos processos de sanitização pelos quais devem passar.

Para que as boas práticas possam ser, de fato, colocadas em funcionamento, os trabalhadores devem contar com uma infraestrutura adequada, o que inclui vestiário, sala de descanso e itens de proteção individual (EPI) e coletiva (EPC).

2. Atenção às normas e instruções dos fabricantes

O armazenamento de certos produtos hospitalares requer o cumprimento de regras rígidas determinadas pelos fabricantes e pelas autoridades competentes. Um descuido pode representar a perda da carga, sem direito a restituição ou, ainda pior: multas administrativas e até mesmo a interdição de determinados locais.

Por essa razão, é fundamental que o gestor tenha ciência de todas as exigências técnicas que o local precisa atendar. Se necessário, investimentos devem ser realizados para que se atenda a essas regras. Nesse aspecto, os condomínios logísticos oferecem uma grande vantagem, pois oferecem ambientes modulares flexíveis e de rápida adaptação.

3. Instalação de câmaras de refrigeração

Muitos itens hospitalares requerem câmaras refrigeradas para armazenamento e conservação. A escolha deve contemplar estruturas que sejam adequadas para essa finalidade, atendo às exigências específicas de cada produto. Escolher itens nesta categoria simplesmente pelo preço mais baixo é um grande erro.

Entre as múltiplas variáveis a serem observadas, há que se considerar a fragilidade dos produtos bem como o tamanho, a forma e o volume. Por fim, fique atento ao fluxo de entrada e saída de produtos. Esse é um segmento no qual a automatização de registros representa um ganho significativo, tanto em termos de agilidade e segurança quanto em relação ao manuseio.

4. Relatórios em tempo real

Mencionamos a importância da automatização de registros no armazenamento de produtos hospitalares e não é por acaso. Esse é um setor no qual os relatórios em tempo real precisam estar acessíveis para o gestor, pois muitos itens têm data de validade bastante restrita. Um simples erro de cálculo pode comprometer parte do estoque.

Nesse cenário, o ideal é que as empresas adotem mecanismos de logística reversa, para devolução de itens, se necessário, ou mesmo de intercâmbio de produtos com outras unidades de saúde, de forma a otimizar processos e reduzir os riscos de perda.

5. Cuidado redobrado com higiene e limpeza

Por último, mas não menos importante, é fundamental compreender que o manuseio de produtos hospitalares requer condições de higiene, limpeza e assepsia que muitas vezes não são exigidas no armazenamento de itens de outros segmentos. Essa, portanto, deve ser uma preocupação prioritária do gestor.

Materiais contaminados em razão de exposição ao sol, armazenamento sob temperatura imprecisa ou manuseio e acondicionamento incorretos podem comprometer o patrimônio da empresa. Não dê margem para erros administrativos, parta do princípio que o excesso de zelo deve estar presente em todas as etapas do seu checklist.

…..

A logística e o armazenamento de produtos hospitalares está se tornando um problema para o seu negócio? Você sabia que é possível reduzir custos escolhendo locais com infraestrutura compartilhada? Consulte-nos e conheça quais são as oportunidades que disponibilizamos para o seu negócio.