O que é push back e quais as vantagens de utilizar esse sistema?

push backEntre as muitas estratégias existentes para armazenamento de produtos, o chamado sistema push back é uma das alternativas a serem consideradas. Em diversas circunstâncias, seu mecanismo pode ser o mais adequado para aumentar a produtividade e otimizar os recursos.

É importante lembrar que quando falamos de sistemas de armazenamento não existe uma opção melhor do que outra. Tudo dependerá dos seus objetivos, do tipo de carga trabalhada e das circunstâncias de entrada e saída delas. Portanto, conhecer o maior número possível de sistemas significa ter um leque maior de opções para cada situação que se apresente.

O que é o sistema push back?

O sistema push back se baseia na metodologia LIFO (last in, first out). Isso significa que nesse sistema as últimas mercadorias armazenadas serão as primeiras a sair. Trata-se de um método indicado para estoques compostos por produtos com prazo curto de validade e alta rotatividade.

A lógica por trás dele é bastante simples. Graças a estantes de armazenamento paletizadas, os componentes recém armazenados empurram os demais para o fundo, criando uma hierarquia de saída naquele trilho. Assim, quando o último palete sai, o penúltimo se desloca para a frente e assim ocorre sucessivamente até que toda carga se movimente.

Em termos de execução, há dois modelos: a operação de push back com carrinhos e a com roletes. Ambas proporcionam os mesmos resultados, a diferença reside apenas no sistema que impulsiona e movimenta os paletes. A escolha da melhor opção pode ser feita em função do custo operacional de cada uma delas.

Quais são as principais vantagens de usar o sistema push back?

Há muitas circunstâncias em que a escolha dessa metodologia se mostra a mais adequada. Além das características de alta rotatividade e prazo curto de validade das mercadorias, o sistema possibilita uma melhor usabilidade do espaço, agilizando os processos independentemente do segmento ou da demanda.

Ideal para otimização de espaço

A otimização de espaço é uma das principais vantagens do sistema push back. Graças ao seu mecanismo operacional, é possível explorar tanto a altura quanto a profundidade do ambiente. O método elimina os corredores entre as estantes, deixando mais espaço de manobra para as empilhadeiras.

Agilidade nos processos

Um dos gargalos encontrados no manuseio de mercadorias é a retirada delas de um depósito. Quando elas estão mais próximas da saída, esse processo ocorre com maior rapidez. Além disso, há a questão da automação, pois uma vez que o último palete sai, o seguinte já se posiciona para descarga, fazendo com que suas equipes ganhem tempo.

Versatilidade para todos os tipos de carga

Desde que os itens atendem aos pré-requisitos de alta rotatividade e prazo de validade reduzido, então o push back é uma metodologia que deve ser considerada pelo gestor. A sua aplicação é flexível, podendo ser empregada em produtos dos mais diversos segmentos. Estudar esse sistema pode representar um diferencial significativo para o seu negócio em termos de eficiência.

Mais possibilidades de classificação de produtos

Por fim, uma das características do sistema push back é o fato de que cada nível de armazenagem funciona de forma independente. Na prática, isso resulta em mais possibilidades de classificação de itens, inclusive por meio de aspectos visuais, como a utilização de carrinhos de cores distintas.

…..

Você utiliza o sistema push back em suas operações? Você sabia que a aplicação dessa metodologia é uma das mais indicadas na armazenagem de produtos de alta rotatividade? Fique ligado em mais dicas de armazenagem e logística nas nossas próximas postagens. E, em caso de dúvidas, consulte a equipe de especialistas da Capital Realty para encontrar as melhores soluções para o seu negócio.